Webmail    |    Intranet

 

IAC realiza Seminário de Turismo Gastronômico em Capão Bonito

 Por Mônica Galdino (MTb 47045) e Carla Gomes (MTb 28156)

 
A gastronomia pode expressar a cultura de um povo ao ponto de se tornar patrimônio imaterial. Buscando alinhá-lo à agricultura e ao turismo, o Instituto Agronômico (IAC), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, realizará de 12 a 14 de março de 2018, o Seminário de Turismo Gastronômico – Projeto Roteiro do Milho, no município de Capão Bonito. A região reúne produtores de milho grão, milho verde e crioulo, além de moradores conhecidos pela culinária própria e tradicional à base de milho. No evento haverá a apresentação de Projeto do Roteiro do Milho, do IAC, que envolve o mapeamento da gastronomia tradicional do Sudeste paulista.
No dia 12 o evento, na FATEC de Capão Bonito, será aberto ao público. No dia 13, a oficina, na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Capão Bonito do IAC, é direcionada às prefeituras e ao setor privado do ramo de alimentação, bebidas, fábricas de farinha de milho, hotéis e agências de turismo receptivo e instituições afins. No dia 14, a visita a campo em São Miguel Arcanjo também está direcionada a estes públicos.
Com palestras de dois pesquisadores experientes em gastronomia e turismo gastronômico, da Universidade de Girona – Catalunha, o seminário busca promover uma troca de experiências entre os convidados europeus, pesquisadores, agricultores, cozinheiros, profissionais de hotelaria e representantes dos municípios de Itapetininga, São Miguel Arcanjo, Capão Bonito, Ribeirão Grande, Ribeirão Branco, Itapeva, Guapiara e Apiaí. Embora realizado no município de Capão Bonito, o evento procura integrar os municípios vizinhos que também possuem tradição com os pratos regionais à base de milho, em áreas onde há interesse pelo turismo rural. A região possui uma média de 30 festas do milho, por ano. Em cada uma delas, estima-se o consumo de até de toneladas de milho verde.
O seminário faz parte do Projeto Roteiro do Milho, coordenado pela pesquisadora do IAC, Cristina Fachini. Este trabalho busca a criação de um roteiro gastronômico do milho nos sete municípios da região Sudoeste Paulista. “Vamos compilar as receitas tradicionais das comunidades locais, os pontos de vendas dessas receitas, as festas tradicionais de milho verde e dos milhos crioulos da região”, afirma.
Segundo a pesquisadora, o levantamento inclui entrevistas com os moradores e a coleta de coordenadas geográficas nas sete cidades, que serão registradas por meio de um livro de receitas. As informações levantadas na pesquisa ficarão disponíveis em uma plataforma digital, que disponibilizará também informações sobre o caminho para encontrar tais receitas na região. A expectativa é que o projeto seja implementado integralmente em setembro de 2019.
A participação da região na produção de milho é destacada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no censo agropecuário de 2017. A região produziu 1.736.430,51 toneladas de grãos de milho commodity, o que representa 38% da produção paulista. Grande parte da produção de milho verde comercializada na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP) tem origem, principalmente, nos municípios de Capela do Alto (31,6%) e São Miguel Arcanjo (18%).
A pesquisadora do IAC comenta que, de acordo com a Organização Mundial de Turismo, a gastronomia é a terceira principal motivação para turistas. Cristina cita casos brasileiros de sucesso dessa modalidade de turismo na região Sul do país com as rotas dos vinhos, em Minas Gerais, com o turismo voltado as queijarias e em São Paulo, com a Rota do Cambuci, roteiro do vinho de São Roque e feiras e festivais gastronômicos. “O milho desperta grande interesse na gastronomia. No México há roteiros específicos para conhecer alimentos produzidos com essa matéria-prima”, diz.
A região também é conhecida pelo ecoturismo devido aos quatro parques estaduais que compõem a Mata Atlântica local. A estimativa é que só os parques recebam 100 mil turistas, por ano. “Esperamos que haja um aproveitamento da estrutura da cidade e o que ela oferece, porque atualmente muitos permanecem dentro da infraestrutura que é oferecida nessas unidades de conservação”, afirma a pesquisadora do IAC, que acredita poder colaborar com o estímulo à economia regional.
 
 
 
Programação
 
Seminário de Turismo Gastronômico – Projeto Roteiro do Milho
12 de Março de 2019
Local: FATEC Capão Bonito – Rua Amantino de Oliveira Ramos, 60 - Terras do Embiruçu, Capão Bonito.
19h Abertura e apresentação do Evento
19h45 Turismo Gastronômico: o que é - Dolors Vidal – Universitat de Girona - Espanha
20h30 Degustação de Pratos Típicos dos Sete Municípios Participantes do Projeto Roteiro do Milho
21h Experiências Internacionais em Turismo Gastronômico: o que temos a aprender?
Lluís Mundet i Cerdan – Universitat de Girona - Espanha
 
13 de Março – Oficina restrita a convidados
Local: Instituto Agronômico – Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Capão Bonito (antiga estação experimental). Rodovia SP 250, km 232, Capão Bonito - SP.
8h30 Café da Manhã
9h Apresentação dos municípios: turismo, gastronomia e história
10h30 Intervalo
11h Apresentação do Projeto do Roteiro do Milho
12h Almoço: Menu degustação com pratos à base de milho verde, farinha de milho entre outros
14h: Oficina de avaliação do projeto do Roteiro do Milho com atores locais
17h Encerramento com considerações dos professores da Universidade de Girona - Espanha
 
14 de Março - Visita a Campo restrita a convidados
Local: São Miguel Arcanjo – São Paulo
9h Saída - Rodovia Sebastião Ferraz de Camargo Penteado – SP 250 km 232 Capão Bonito.
 
Inscrições do evento em
www.facebook.com/roteirodomilho
roteirodomilho@gmail.com
tel (15) 35421708
 
Crédito foto: Veronica Volpato

Sede do Instituto Agronômico
Avenida Barão de Itapura, 1.481
Botafogo
Campinas (SP) Brasil
CEP 13020-902
Fone (19) 2137-0600